Páginas

29/08/10

Projeto faz trilha no Sítio Piranhengas - ONG CEPROMAR

O Sítio Piranhengas faz parte da ONG CEPROMAR (Centro Educacional e Profissionalizante do Maranhão), que tem por objetivo desenvolver atividades sócio-educativas, desportivas e culturais junto aos moradores dos bairros do Coroadinho, Coroado, Bairro de Fátima e Vila Palmeira. Por isso é feito o Turismo Solidário, onde cada pessoa pode contribuir com R$ 2,00 para a manutenção do local e obras assistenciais.
Em frente a Ong
Amantes da natureza
DADOS HISTÓRICOS
Fundado pelo tenente José Clarindo de Sousa, o Sítio Piranhenga, localizado às margens do Rio Bacanga, possui 42 hectares de pura história.
Vista do Rio Bacanga
O Sítio Piranhenga foi fundado entre os anos de 1805 e 1810. Passado quase 200 anos de sua existência, a propriedade possui até hoje traços e marcos do período da escravatura. Ele foi construído por escravos e ainda é conservado os azulejos de origem francesa e portuguesa, senzalas e caieiras.
Cozinha
Antiga Senzala
Seu segundo morador, Luís Eduardo Pires, neto do primeiro proprietário, fez do local uma fábrica de cal, mas manteve a área bem preservada.
Para enriquecer mais ainda o ambiente, sua terceira dona, uma arquiteta romena levou para o sítio traços da arquitetura mosaica.
Atualmente, o Piranhenga é uma propriedade particular voltado para filantropia que é administrado pelo padre João de Fátima Maranhão.
Casarão
Além da história contada ao vivo e a cores, o local possibilita andar por trilhas ecológicas com visitas ao mini-zoológico com animais em extinção, diariamente e mediante agendamento.
Trilha
Todos contentes com a trilha
Entrada da sede do sítio
Piranhenga, nome indígena que significa lugar de fogo, pois no local era feito cal, que necessita de muito fogo para sua produção.
Vista magnífica
Vista da área do Bacanga

Visite o Sítio Piranhengas e desfrute de bons momentos ao ar livre!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE SEU RECADO!!! LEAVE A MESSAGE!!